fbpx
Como funcionam as Baterias dos iPhones - iHelpU

Como funcionam as Baterias dos iPhones

Todos sabemos as inúmeras qualidades e vantagens em se ter um iPhone, que vão desde segurança até simplicidade do uso no dia a dia. Contudo, uma preocupação constante dos usuários é o desempenho de bateria. E apesar das melhoras gradativas da Apple a cada novo iPhone, ainda é difícil ficar o dia todo com apenas uma carga no dispositivo.

Já demos algumas dicas de como fazer a bateria do seu iPhone durar mais e também sobre alguns dos principais problemas relacionadas à elas. Dessa vez ajudaremos você a entender como funcionam as baterias do seu dispositivo.

A Tecnologia das baterias

As baterias mais usadas atualmente em dispositivos eletrônicos são as de íons de Lítio. Essa tecnologia possibilita armazenar grandes quantidades de energia em pouco espaço, tornando-as pequenas e leves. Isso ocorre pela grande densidade energética do lítio. Anteriormente, a tecnologia mais utilizada era a de níquel-cádmio, que para armazenar a mesma quantidade de energia precisava de tamanhos duas ou três vezes maior que as de lítio. Essa mudança foi determinante para a diminuição das dimensões dos dispositivos.

Outro grande trunfo dessas baterias é que elas não “viciam”, ou seja, não possuem o chamado efeito memória. Sendo assim, não necessitam de tanta atenção durante o carregamento. Proporcionando maior praticidade ao usuário, que pode escolher entre carregar uma parte ou toda a bateria antes de tirá-lo do carregador.

Baterias de íon de lítio

As baterias de íon de lítio funcionam por número de ciclos de carga. Basicamente, um ciclo de carga se completa quando 100% da capacidade de carga da bateria é descarrega. Sua capacidade é reduzida gradativamente a cada ciclo completo. Segundo a Apple, as baterias são projetadas para manter no mínimo 80% de sua vida útil por 500 ciclos de carga, no caso dos iPhone, e para manter pelo menos 80% de sua capacidade original a cada 1000 ciclos tanto nos iPad quanto nos Apple Watch.

Carregamento

O carregamento do iPhone é divido em dois estágios: carga rápida e carga completa. O primeiro estágio compreende os primeiro 80% de carga e é a fase mais rápida do processo. A Apple ressalta que o tempo para atingir 80% de carga varia conforme o dispositivo e os ajustes utilizados. Caso haja superaquecimento, o software pode limitar a carga a somente 80%. Medida que, segundo a empresa, ajuda a preservar seu aparelho e a vida útil de sua bateria.

Os últimos 20% finalizam o processo de carregamento, e tem um papel muito importante. Durante esse estágio há um grande aumento na autonomia da bateria.

Contudo, uma dúvida constante dos usuários é o porquê desses 20% demorarem mais que os 80% iniciais, proporcionalmente.

Eletrólitos

A explicação para esse fenômeno se dá pela divisão entre eletrólitos e eletrodos das Baterias de Íon de Lítio.

A carga rápida é responsável pela ativação elétrica dos eletrólitos. Onde atua efetuando transferências de massa e difusão dos íons que irão servir de como carga para células carregadas.

Na segunda etapa, os íons dos eletrodos encontram maior dificuldade para se prenderem aos átomos de Lítio. Fator que é determinante para a demora de recarga na fase final de carregamento. A lentidão de desprendimento dos íons também os torna mais estáveis, representando um aumento na autonomia das baterias. Portanto quanto maior a dificuldade de carga, mais energia será armazenada. Como a própria Apple afirma: “Ela carrega rapidamente por conveniência e devagar por longevidade.”

Vale ressaltar que apesar de as baterias não viciarem, deve se tomar cuidado com o descarregamento completo, isto ajuda a degradá-la. Outro fator que requer atenção é a exposição das baterias a altas temperaturas, podendo causar danos a curto e longo prazo. Além disso, atualmente todo tipo de bateria perde capacidade e desempenho conforme o número de recargas.

Um hábito que também pode ajudar a danificar sua bateria é carregá-la com cabos genéricos. Já falamos sobre isso aqui no blog.

Confira aqui essa e outras informações que separamos para você!

 

 

Post a Comment