fbpx
Assistência técnica: aprenda a escolher a certa para você - iHelpU

Assistência técnica: aprenda a escolher a certa para você

É comum precisarmos contratar uma assistência técnica para nossos celulares ou outros aparelhos eletrônicos. Às vezes, eles caem e quebram, noutras, param de funcionar. Seja qual for o caso, precisamos de profissionais especializados para resolver o problema.

Porém, como saber qual a assistência técnica certa para você? Como decidir, dentre todas as opções no mercado, qual é a mais confiável e qual resolverá seu problema sem maiores complicações?

Para ajudá-lo a fazer a sua decisão, separamos seis principais perguntas que você deve fazer antes de escolher uma assistência técnica. Vamos lá!

A assistência técnica é licenciada?

O primeiro filtro que devemos passar ao buscar uma assistência técnica para consertar nosso smartphone ou computador é saber se ela é licenciada pela fabricante do aparelho.

As principais empresas de tecnologia, como a Apple, têm programas para treinar profissionais especializados em conserto dos seus aparelhos. Esses profissionais são licenciados para trabalhar com esses dispositivos eletrônicos e mais competentes para consertá-los.

Podemos fazer uma analogia para compreender melhor a questão: você iria a um cardiologista para tratar de uma perna quebrada? Não, né? Por isso, precisamos procurar a assistência técnica que é licenciada pelo fabricante do nosso aparelho para garantir que receberemos o cuidado específico para nosso problema.

Qual o prazo para o reparo em questão?

O segundo ponto essencial para a sua avaliação é o tempo que o conserto do seu aparelho levará para ser realizado.

Quanto mais tempo demorar para reparar o seu smartphone ou computador, mais tempo você ficará sem o aparelho. Portanto, um prazo menor é o melhor para você nesse caso.

É claro que precisamos ter em mente que consertos de aparelhos eletrônicos complexos, como os smartphones modernos, podem demorar um pouco, já que esses dispositivos são sensíveis e é preciso ter muito cuidado ao mexer com eles.

Porém, se o prazo dado por alguma empresa de assistência técnica for muito acima da média do mercado, o melhor é procurar alguma opção que trabalhe mais rapidamente.

Qual a opinião de outros consumidores?

Uma das dúvidas mais comuns que temos sobre empresas que prestam assistência técnica é se elas são realmente competentes nesse trabalho ou se estão nos enganando.

Você, provavelmente, já ouviu algum tipo de comentário negativo sobre mecânicos de automóveis, como algum conhecido dizendo que foi “trocar os pneus” e precisou de uma “repimboca da parafuseta” nova.

Apesar desse tipo de coisa não ser necessariamente verdadeira, existe essa percepção na sociedade de que os funcionários de assistência técnica “inventam” problemas para cobrar mais caro.

A maneira mais simples de se tranquilizar em relação a isso é conferindo a qualidade do serviço prestado pela assistência técnica com outros consumidores dela. Como fazer isso? Existem dois caminhos.

O primeiro envolve visitar as redes sociais da assistência que você pretende contratar. Veja o que as pessoas comentam por lá, se existem críticas ou comentários positivos dos seguidores.

O segundo é por meio de sites, como o Reclame Aqui, que reúnem críticas e reclamações de clientes que não gostaram do serviço prestado.

De onde vêm as peças para reposição?

Você sabia que 99% dos carregadores vendidos nas ruas são falhos e podem causar choques nos seus usuários, além de problemas mais sérios? Esse tipo de dado mostra a importância de usar peças originais ou de alta qualidade para reposição nas assistências técnicas.

Pense assim: se os carregadores, que são muito procurados, podem ter tantos problemas assim, imagine usar uma tela pirata ou algum outro componente interno defeituoso. Essas peças piratas podem ser mais baratas, mas, na maior parte das vezes, o barato pode sair mais caro.

Por isso, questione a assistência técnica para saber se ela usa peças originais para reposição ou peças que sejam de fabricantes reconhecidos e com selo de qualidade.

Só assim você saberá que o conserto do seu iPhone ou do seu MacBook será feito com qualidade e que seu aparelho voltará para você funcionando bem, sem riscos à sua integridade física.

Qual a garantia dos novos componentes?

Um ponto muito importante em um reparo eletrônico é a garantia dos novos componentes que são inseridos no seu aparelho.

Lembra-se do que acabamos sobre os danos que peças produzidas por fabricantes sem confiança podem causar à sua integridade física, como choques ou explosões? Mesmo assim, elas são usadas por serem mais baratas e fáceis de conseguir.

O mesmo acontece com peças defeituosas ou já antigas, que não trabalharam com a qualidade das peças novas. Assim, não há garantia de que elas funcionarão por bastante tempo, e o mesmo problema pode voltar ao seu computador ou smartphone depois de algumas semanas ou alguns meses.

Para evitar isso, questione a sua assistência técnica em relação à garantia dada aos componentes que serão inseridos no seu aparelho. Assim, se a nova tela inserida no seu iPhone parar de funcionar antes do prazo, você não precisará pagar por um novo conserto.

Qual a preocupação ambiental dessa empresa?

Quando a bateria de um celular para de funcionar direito, é necessário trocá-la por uma nova, capaz de abastecer o aparelho com a energia necessária para executar os comandos dados pelo usuário.

Porém, essa situação levanta duas problemáticas. Sobre a primeira, nós já falamos — de onde vem a nova bateria; ela tem garantia; ela é original ou feita por um fabricante de confiança?

Já a segunda questão é igualmente importante: o que acontecerá com a bateria antiga; como ela será descartada; ela será reciclada ou simplesmente jogada no lixo; a assistência técnica tem algum programa específico para isso?

Componentes eletrônicos levam entre 100 a 500 anos para se decomporem na natureza. Além disso, eles podem soltar químicos que contaminam o solo e a água. E o pior: algumas dessas substâncias são cancerígenas. Então, o descarte incorreto pode contaminar o meio ambiente e causar danos à saúde pública.

Por isso, é essencial que a assistência técnica contratada por você tenha um programa de descarte e reciclagem dos componentes eletrônicos dos celulares e computadores consertados. Só assim garantimos o cuidado com o ambiente e a saúde das pessoas.

Essas são as seis perguntas que você deve fazer antes de contratar uma assistência técnica. Com elas como guia, você saberá qual a melhor opção no mercado para mandar seu iPhone para o conserto sabendo que ele voltará em boas condições.

Se seu aparelho Apple precisa de uma assistência técnica, entre em contato conosco. Nós podemos ajudá-lo!

Post a Comment